Portal de Iranduba

Política

Esporte

Entretenimento

21 de novembro de 2016

Prefeitura de Iranduba pode por fim em balneários privados irregulares; complexo turístico será construído

Explorado pela iniciativa privada, os balneários Açutuba, Paricatuba, Cachoeira do Castanho e parte da Praia do Japonês em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) passarão a integrar o patrimônio de áreas públicas do município, que avalia a possibilidade construir um complexo turístico em toda a orla, como o da Ponta Negra em Manaus.

Nos últimos anos, surgiram muitas opções de ‘banhos’ que ajudam os amazonenses a enfrentar o calor da região – foto Arthur Castro

A prefeita do município, Maria Madalena de Jesus, a “Madá”, explicou que a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) já está fazendo o levantamento dos terrenos e deverá repassar os títulos definitivos a Iranduba.
“Essas áreas são públicas. Já estamos fazendo o levantamento. Alguns terrenos são propriedade particular, de pessoas que chegaram há algum tempo, outros foram invadidos, mas grande parte é de Iranduba e retomaremos para que seja dado o destino correto, para gerar renda ao município”, afirmou, ao revelar que a terreno da praia de Japonês está em análise.
A revelação da prefeita ocorreu em meio ao surgimento de dezenas de praias irregulares, surgidas no período de vazante, que tem atraído centenas de manauenses, como a praia sob a ponte do Rio Negro.

Nos últimos anos, surgiram muitas opções de ‘banhos’ que ajudam os amazonenses a enfrentar o calor da região, e a cada vez mais surgem balneários operando de maneira irregular, que não oferecem estrutura adequada para atender os usuários. Em muitos casos, não há guarda-vidas, sinalização e delimitação de área para nado, que acabam oferecendo perigo para quem busca lazer nos tempos de folga.
Na cabeceira da ponte Rio Negro, na área de Iranduba, surgiu uma ‘praia’ irregular que reúne famílias das proximidades e também de Manaus, que atravessam o rio, para passar o dia no local. Não há nenhuma placa de sinalização, linha de demarcação para nado e passagem de embarcações, nem guarda-vidas. Além disso, vem reunindo comerciantes autônomos para atender os frequentadores.
Os moradores do bairro Compensa são algumas das pessoas que mais visitam a ‘praia’ improvisada, entre eles, está a industriaria Maria José Resende, 48, que sempre leva a família para passar o dia.

Fonte: Em Tempo

Postar um comentário

Sempre visando o melhor aproveitamento dos Debates, pedimos a atenção dos participantes. Os moderadores não se responsabilizam pelos comentários publicados neste espaço. Coloque o assunto da sua dúvida ou pergunta no título do tópico para facilitar a busca e manter os tópicos organizados. Especifiquem exatamente o assunto no título, isto vai facilitar na resposta solicitada, caso contrário SERÃO APAGADOS. Após a deleção de algum tópico será aberto um outro tópico pra explicar o porquê foi deletado. Escolha um tema claro e objetivo que identifique sua real necessidade e facilite aos demais participantes ajudá-lo.

 
Copyright © 2013 Portal de Iranduba
Powered byBlogger