Portal de Iranduba

Política

Esporte

Entretenimento

13 de janeiro de 2016

Defesa de ex-secretário de Finanças de Iranduba pede perdão judicial

Manaus - A defesa do ex-secretário de Finanças da Prefeitura de Iranduba David Queiroz, que está preso no Centro de Detenção Provisório (CDP) investigado pelos crimes de peculato, corrupção passiva, concussão, falsidade ideológica, fraudes em licitações, lavagem de dinheiro e crime de responsabilidade, solicitou perdão judicial, extinção de sua punibilidade ou redução de 2/3 de sua pena, após prestar depoimentos em delação premiada.
A petição simples foi publicada, nesta terça-feira (12), no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), junto ao processo nº 0006567-40.2015.8.04.0000. Após ser preso no dia 10 de novembro pela Polícia Federal (PF), com a deflagração da operação Cauxi, do Ministério Público do Estado (MP-AM), Queiroz prestou depoimentos nos dias 12, 13 e 16, em delação premiada.
Nos depoimentos, segundo documento publicado no site do TJAM, Queiroz informou todos os fatos e atos ilícitos praticados direta e indiretamente, ou daqueles que havia tomado conhecimento, por parte dos indiciados no presente processo, não restando quaisquer outros por ele conhecidos, cujos conteúdos foram juntados aos autos do processo supra citado, por meio de Inquérito Policial.
O advogado André Maciel Lima informa que conforme essas oitivas, que David Queiroz teve uma participação ínfima no esquema, onde sua função era a de validar as possíveis medições referentes às obras realizadas parcialmente ou não realizadas, devendo dar-lhes um cunho de finalizadas, para que os valores fossem repassados aos demais envolvidos.
Devido à delação premiada, o advogado solicitou que seja concedido perdão judicial ou uma declaração de extinção de sua punibilidade. Caso os dois pedidos não sejam aceitos pela desembargadora Carla Reis, relatora do processo, a defesa do acusado solicitou aplicação de pena mínima, reduzida em 2/3 e convertida em pena restritiva e em regime aberto. Existe previsão de pena de mais de 15 anos de reclusão devido aos crimes em que Queiroz é acusado.

Matéria do D24am

Postar um comentário

Sempre visando o melhor aproveitamento dos Debates, pedimos a atenção dos participantes. Os moderadores não se responsabilizam pelos comentários publicados neste espaço. Coloque o assunto da sua dúvida ou pergunta no título do tópico para facilitar a busca e manter os tópicos organizados. Especifiquem exatamente o assunto no título, isto vai facilitar na resposta solicitada, caso contrário SERÃO APAGADOS. Após a deleção de algum tópico será aberto um outro tópico pra explicar o porquê foi deletado. Escolha um tema claro e objetivo que identifique sua real necessidade e facilite aos demais participantes ajudá-lo.

 
Copyright © 2013 Portal de Iranduba
Powered byBlogger