Portal de Iranduba

Política

Esporte

Entretenimento

25 de setembro de 2013

Operação cumpre reintegração de posse de área invadida em Iranduba

A desocupação do terreno começou às 6h30 conforme determinação da juíza Luciana Nasser, da 2ª Vara de Direito de Iranduba, e não teve resistência por parte dos invasores.


Mais de 400 policiais entre Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque, Canil, Cavalaria participam na manhã desta quarta-feira (25) da Ação de Reintegração de Posse da área ocupada na estrada Manoel Urbano, Km 6, Lote 4, no município de Iranduba (distante 27 quilômetrosde Manaus). A desocupação do terreno começou às 6h30 conforme determinação da juíza Luciana Nasser, da 2ª Vara de Direito de Iranduba e não teve resistência por parte dos invasores.
Segundo o comandante de Policiamento Especializado (CPE), Aroldo Ribeiro, no local tem cerca de 500 pessoas, a maioria indígenas, e a resistência foi apenas verbal. Ele adiantou que o processo não deve terminar hoje. “O trabalho foi feito por fase, primeiro não deixamos ninguém entrar na área e, agora, estamos derrubando as barracas construídas de forma improvisada”, disse o coronel, que deu o prazo até sexta-feira (27) para encerrar a desocupação.
A dona de casa Maria Raimunda, de 46 anos, justificou que foi morar na invasão com mais quatro pessoas porque cansou de perder os móveis durante a cheia no município de Iranduba. “O que está acontecendo não é vergonha para essas pessoas que estão aqui porque ninguém tem onde morar”, comentou.
Manuel Dias, 48, condenou a ação que ele classificou como desnecessária. “A maioria das pessoas não têm para onde ir e a culpa da invasão é da falta de uma política social digna e honesta que ninguém se preocupa em fazer”, disse. 
De acordo com o oficial de justiça da comarca de Iranduba, Luis Alan Lorenzoni, a decisão da justiça estadual engloba uma terceira área ocupada por invasores.
"Além das invasões nos quilômetros 4 e 6, existe uma no quilômetro 37. Os ocupantes foram avisados hoje que têm 72 horas para retirar os bens da área", contou.
Lorenzoni informou que a terceira invasão conta com3,3 km(quadrados). Embora o prazo de retirada de bens tenha sido estipulado, o oficial de justiça disse que não há data determinada para iniciar a ação de retirada dos invasores. 
(Redação D24am.)

Postar um comentário

Sempre visando o melhor aproveitamento dos Debates, pedimos a atenção dos participantes. Os moderadores não se responsabilizam pelos comentários publicados neste espaço. Coloque o assunto da sua dúvida ou pergunta no título do tópico para facilitar a busca e manter os tópicos organizados. Especifiquem exatamente o assunto no título, isto vai facilitar na resposta solicitada, caso contrário SERÃO APAGADOS. Após a deleção de algum tópico será aberto um outro tópico pra explicar o porquê foi deletado. Escolha um tema claro e objetivo que identifique sua real necessidade e facilite aos demais participantes ajudá-lo.

 
Copyright © 2013 Portal de Iranduba
Powered byBlogger