Portal de Iranduba

Política

Esporte

Entretenimento

2 de março de 2013

Município de Iranduba terá levantamento inédito de áreas de risco


A cidade de Iranduba será uma das primeiras do interior do Amazonas a ter um levantamento de áreas de risco em toda a extensão do município, que tem cerca de 50 mil habitantes, segundo anuncio feito, hoje, pela prefeitura municipal e a superintendência do Serviço Geológico do Brasil no Amazonas, que se reuniram para discutir o assunto.
De acordo com o prefeito de Iranduba, Xinaik Medeiros, no município, pelo menos 6 mil famílias vivem, anualmente, o risco de alagação ou desastre geológico, por conta do fenômeno de terras caídas, por isso, a prefeitura está iniciando, neste mês, um trabalho de prevenção para socorrer a população atingida por desastres naturais no período de cheias e vazantes dos rios Negro e Solimões. “Somente na área do Cacau-Pirêra, nosso maior distrito, temos cerca de 4 mil famílias morando em área com alto risco de alagação”, disse Xinaik.
Na última quinta-feira, uma comissão representando o município, coordenada pelo prefeito e o presidente da Câmara daquele município, vereador Francisco Elaime, se reuniu com a superintendência do Serviço Geológico do Brasil no Amazonas, para discutir sobre o levantamento de áreas de risco que será feito pelo órgão. “Ficamos felizes por saber que a partir do dia 11, o órgão já estará em Iranduba para iniciar esse levantamento que irá nortear as nossas ações”, disse.
Xinaik ressaltou que a prefeitura municipal está buscando se adequar os parâmetros estabelecidos pela Defesa Civil Nacional para conseguir recursos para a prevenção e socorro. “Com esse levantamento podemos participar de projetos nacionais, ter prioridade em programas habitacionais, delimitar a ocupação das áreas de risco e consequentemente, diminuir outras mazelas, como o risco social”, disse.
De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Francisco Elaime, o fortalecimento da Defesa Civil no município de Iranduba para prevenção e atuação em desastres naturais tem sido uma das preocupações da nova gestão municipal. Ele ressalta que todos os anos, os desastres naturais afetam a população do município. Além dos efeitos da cheia e da seca, ele ressalta que há casos de terras caídas nas comunidades banhadas pelo Rio Solimões. “Nas gestões passadas, nunca se pensou em prevenção de desastres, o que queremos corrigir a partir de agora. Temos que desmitificar que o ribeirinho se acostuma com a cheia ou com a seca, ele sofre grandes prejuízos, que o poder público pode prevenir”, disse.
Fonte: Blog do Marcos Santos

Postar um comentário

Sempre visando o melhor aproveitamento dos Debates, pedimos a atenção dos participantes. Os moderadores não se responsabilizam pelos comentários publicados neste espaço. Coloque o assunto da sua dúvida ou pergunta no título do tópico para facilitar a busca e manter os tópicos organizados. Especifiquem exatamente o assunto no título, isto vai facilitar na resposta solicitada, caso contrário SERÃO APAGADOS. Após a deleção de algum tópico será aberto um outro tópico pra explicar o porquê foi deletado. Escolha um tema claro e objetivo que identifique sua real necessidade e facilite aos demais participantes ajudá-lo.

 
Copyright © 2013 Portal de Iranduba
Powered byBlogger