Portal de Iranduba

Política

Esporte

Entretenimento

13 de abril de 2012

Moradores do Cacau Pirêra ameaçam interditar ponte Rio Negro

Moradores da vila do Cacau Pirêra (distrito do município de Iranduba) ameaçam interditar a ponte Rio Negro para chamar a atenção das autoridades estaduais para as condições da vila. O movimento deve ocorrer até a primeira semana de maio e vai reunir moradores dos bairros mais atingidos pela falta de infraestrutura: Cidade Nova, Mutirão e Nova Veneza.


Em uma visita pela vila, as ruas denunciam o abandono. Com ruas sem asfalto, com buracos e lama, os moradores e comerciantes reclamam da falta de estrutura que já rendeu apelidos.



“Quando a gente chega em Manaus o pessoal olha para a gente e sabe que somos daqui. Nos chamam de pés tuíra, porque vivemos com os pés lameados ou com poeira cinza”, disse a moradora Lenice Oliveira.


Nem mesmo as principais vias da cidade, como a do Comércio, escapam da falta de urbanização. “O prefeito ainda tentou aterrar e colocar barro em cima dos buracos, mas, foi pior porque choveu e ficamos um dia sem poder passar pelo local. Essa buraqueira atrapalha bastante, prejudica o comércio e os veículos quebram”, disse a empresária Sandra de Almeida.

Se nas principais ruas o tráfego é difícil por conta dos buracos, nos bairros a situação não muda. O Nova Veneza, é um dos bairros atingidos atualmente pela enchente.

“A gente vive assim há muito tempo. Nós tivemos que comprar as tábuas para construirmos uma ponte. As mulheres desse bairro que arregaçaram as mangas e fizeram isso, se não, não tinha como chegarmos em casa porque a água já alagou tudo”, disse a moradora Diana Santos. Durante a entrevista, parte da ponte desabou e os moradores caíram na água.

Em outra rua, do mesmo bairro, os moradores alegam não ter condições para construir uma ponte. A canoa é utilizada para trafegar pelo local. Quem não tem canoa, encara a água a pé mesmo.

Se sobra água dentro dos compartimentos das casas, chega a faltar nas torneiras. Os moradores apontaram a deficiência na distribuição de água, que acontece por meio de mangueiras adquiridas pela população e que ocupam as calçadas.

“Aqui sempre foi assim. Já foi feito licitação de R$ 5 milhões. Só falta começar a construir, mas até agora nada”, disse o presidente da associação dos moradores, Leonardo Medeiros.

O prefeito de Iranduba, Nonato Lopes, explicou que em parceria com o governo estadual, prepara projetos para revitalizar a vila.

“O Cacau tem problemas de infraestrutura, principalmente nas áreas alagadiças. Aqui será implantado o Prosamim, que deve se chamar Prosai-Iranduba”, disse.

Fonte: Em Tempo.

Postar um comentário

Sempre visando o melhor aproveitamento dos Debates, pedimos a atenção dos participantes. Os moderadores não se responsabilizam pelos comentários publicados neste espaço. Coloque o assunto da sua dúvida ou pergunta no título do tópico para facilitar a busca e manter os tópicos organizados. Especifiquem exatamente o assunto no título, isto vai facilitar na resposta solicitada, caso contrário SERÃO APAGADOS. Após a deleção de algum tópico será aberto um outro tópico pra explicar o porquê foi deletado. Escolha um tema claro e objetivo que identifique sua real necessidade e facilite aos demais participantes ajudá-lo.

 
Copyright © 2013 Portal de Iranduba
Powered byBlogger